Gratidão, pela graça de Deus.

26-11-2023 00:00

26 NOVEMBRO - Reflexão do Dia

Nos nossos primeiros dias de Jogadores Anónimos, livrámo-nos das armadilhas e dos ambientes do jogo. Tínhamos de nos livrar deles porque sabíamos que nos iam matar. Livramo-nos das situações, mas não nos podemos livrar do nosso vício até continuarmos as mudanças nas nossas atitudes. Por isso, também tivemos de lançar borda fora a nossa autopiedade, a nossa autojustificação, as nossas certezas, o nosso falso orgulho e a nossa obstinação. Tivemos que abandonar a corda bamba, percorrida pretensiosamente como uma maneira fácil de ganhar dinheiro, propriedades e prestígio. Além disso, tínhamos de assumir responsabilidades. Para nos mantermos simplesmente vivos, tivemos de abdicar dos nossos dotes mais conhecidos – a nossa ambição cega e orgulho irrealista, para podermos adquirir humildade suficiente e respeito próprio.

 

Estou realmente livre dos pesos e das correntes que no passado me prendiam?

 

Hoje eu peço:

Devo dar crédito ao meu Poder Superior não só por remover a minha compulsão pelo jogo, mas também por me ensinar a eliminar a minha antiga e exigente personalidade que me manteve afastado da minha espiritualidade nas minhas relações pessoais. Estou completa e profundamente grato por todas as coisas que aprendi e que ainda preciso aprender, pela minha própria fé e pela Graça de Deus.

 

Hoje vou lembrar-me:

Gratidão, pela graça de Deus.